A Dor da Traição: Como Superar?

 

Olá Amigo(a), a Traição no Relacionamento Afetivo produz um Trauma Psicológico. A pessoa que se percebe traída entra num estado de stress: afasta-se da convivência, lembra constantemente do acontecimento e pode apresentar:  ansiedade, depressão, insônia, choro, perda do prazer, pensamentos recorrentes. A Traição atualmente tem muitas vezes início de maneira digital.

Sinto-me Abandonada (o). Minha auto-confiança está abalada. 

A traição é um acontecimento impactante, que contraria uma expectativa construída e que causa sentimentos de abandono, perda de confiança, ingratidão, tristeza, medo, raiva, mágoa... Muitas vezes a pessoa traída passa a desconfiar de si mesma, de sua capacidade de identificar pessoas confiáveis e não confiáveis. Este abalo pode criar um sentimento de desconfiança persistente com generalização para múltiplas situações. Assim o isolamento afetivo com a perda ou diminuição na interação social é frequente com pessoas que sofreram a infidelidade. Instala-se por vezes um medo de relacionar-se, com o intuito de proteger a pessoa de novas traições.

Idealizei a Pessoa que me traiu...

Importante refletir se não idealizamos excessivamente a pessoa e se não ignoramos sinais de traição, atribuindo valores e recursos que a pessoa que nos decepcionou não possui. Por vezes a dor da decepção ou da perda é da pessoa idealizada por nós, não a pessoa real. Construímos uma imagem de um "deus" não de alguém humano.

 

Penso o tempo todo na traição...

Somos assaltados por constantes flashbacks na forma de lembranças invasivas da traição que teimam repetir-se em nossa mente, numa tentativa de nos prevenir sobre a possibilidade de novas ocorrências. Mas esta autoproteção cria um ambiente de dor e sofrimento. Queremos detalhes e mais detalhes num labirinto infindável sempre com novas dúvidas e perguntas.

 

Minha mente e corpo estão abalados.

A dor da traição abala o funcionamento mental e por vezes o corpo das pessoas envolvidas com a traição. Estabelecendo um quadro clínico de stress que pode evoluir para a depressão, assim exigindo tratamento terapêutico (psicólogo) e algumas vezes associado com acompanhamento médico.

Como superar este sofrimento?

1º Acolher sua dor, compreendendo suas emoções e sua capacidade de superação de crises. Lembre-se de outros momentos críticos que não acreditava que superaria e você superou.

2º Refletir se a traição foi pontual ou se seu companheiro(a) age desta maneira repetidamente.

3º Pensar se o relacionamento afetivo estava em crise. Se faltava mais atenção para relação da sua parte e do companheiro(a).

4º Buscar ajuda psicológica para lidar com esta dor, estes pensamentos e imagens repetitivos em sua mente. A ajuda psicológica pode ser Terapia de Casal ou Individual.

O Tratamento fundamentado na Terapia Cognitiva-Comportamental num enfoque Humanista possibilitará uma nova perspectiva de vida. Vamos começar a transformação!

 

Ligue: 2274-8217 ou 2915-0287 ou WhatsApp 11 97687 1990

Agende sua 1ªConsulta Gratuita de Psicologia

Fale com o Psicólogo Alexandre Rivero

Alexandre Rivero (CRP-06/8815) 

 

psicólogo clínico 37 anos

professor universitário 25 anos

supervisor clínico

mestrado USP