Como Superar o Luto?

Quando perdemos pessoas queridas há um stress emocional que envolve uma reorganização de vida. Vivemos muitos sentiments como: raiva, culpa, medo,  tristeza. Algumas pessoas vivenciam um luto prolongado e complicado que pode demorar muitos anos, que exige Terapia Psicológica.  

Os sintomas prolongados podem incluir:

  • Tristeza intensa

  • Sentimentos de vazio e desesperança

  • Desejo de se reunir com o falecido

  • Preocupação com o falecido ou com as circunstâncias da morte

  • Dificuldade em se engajar em memórias felizes da pessoa perdida

  • Abalo no senso de identidade

  • Desapego e isolamento de amigos e familiares sobreviventes

  • Falta de desejo de buscar interesses ou planos pessoais

 

 

O psicólogo JW Worden dividiu o processo de luto em quatro tarefas: 

  • aceitar a realidade da perda

  • trabalhar com a dor da tristeza

  • se ajustar à vida sem o falecido

  • manter uma conexão com o falecido enquanto segue em frente com a vida

 

Crenças e comportamentos disfuncionais para lidar com a perdas:

1º O uso de álcool, drogas ou outros tipos de distração podem servir ao propósito temporário de não sentir nossos sentimentos. Mas ao  desconectarmos de nossos sentimentos, não conseguimos nos curar. É importante que aqueles que estão passando por luto sintam  e expressem sua dor.

 

2º Uma crença disfuncional é acreditar que devemos ficar sozinho para enfrentar o luto. Quando na verdade sabemos que é necessário obter apoio para a superação do luto.

 

3º O mito de que os enlutados precisam ser fortes pelos outros que estão sofrendo, principalmente empurrando seus sentimentos de lado para que outra pessoa tenha espaço para sua dor. Este mito encoraja a negação de seus sentimentos prejudicando a cura emocional.

 

4º O pressuposto de que o tempo cura todas as feridas. Esta crença de que as perdas se resolvem deixando-as de lado, acabam por agravar e ampliar os fereimentos. 

A Superação implica um ajuste que pode exigir o desenvolvimento de uma nova rotina diária e novos planos para o futuro, revendo sua maneira de ser e viver. Mas por vezes para atingirmos esta superação precisamos de AJUDA PSICOLÓGIA, a Terapia é fundamental para esta superação.