A Dor da Traição: Como Superar?

 

Olá Amigo(a), a Traição no Relacionamento Afetivo produz um Trauma Psicológico. A pessoa que se percebe traída entra num estado de stress: afasta-se da convivência, lembra constantemente do acontecimento e pode apresentar:  ansiedade, depressão, insônia, choro, perda do prazer, pensamentos recorrentes. A Traição atualmente tem muitas vezes início de maneira digital.

Sinto-me Abandonada (o). Minha auto-confiança está abalada. 

A traição é um acontecimento impactante, que contraria uma expectativa construída e que causa sentimentos de abandono, perda de confiança, ingratidão, tristeza, medo, raiva, mágoa... Muitas vezes a pessoa traída passa a desconfiar de si mesma, de sua capacidade de identificar pessoas confiáveis e não confiáveis. Este abalo pode criar um sentimento de desconfiança persistente com generalização para múltiplas situações. Assim o isolamento afetivo com a perda ou diminuição na interação social é frequente com pessoas que sofreram a infidelidade. Instala-se por vezes um medo de relacionar-se, com o intuito de proteger a pessoa de novas traições.

Idealizei a Pessoa que me traiu...

Importante refletir se não idealizamos excessivamente a pessoa e se não ignoramos sinais de traição, atribuindo valores e recursos que a pessoa que nos decepcionou não possui. Por vezes a dor da decepção ou da perda é da pessoa idealizada por nós, não a pessoa real. Construímos uma imagem de um "deus" não de alguém humano.

 

Penso o tempo todo na traição...

Somos assaltados por constantes flashbacks na forma de lembranças invasivas da traição que teimam repetir-se em nossa mente, numa tentativa de nos prevenir sobre a possibilidade de novas ocorrências. Mas esta autoproteção cria um ambiente de dor e sofrimento. Queremos detalhes e mais detalhes num labirinto infindável sempre com novas dúvidas e perguntas.

 

Minha mente e corpo estão abalados.

A dor da traição abala o funcionamento mental e por vezes o corpo das pessoas envolvidas com a traição. Estabelecendo um quadro clínico de stress que pode evoluir para a depressão, assim exigindo tratamento terapêutico (psicólogo) e algumas vezes associado com acompanhamento médico.

Como superar este sofrimento?

1º Acolher sua dor, compreendendo suas emoções e sua capacidade de superação de crises. Lembre-se de outros momentos críticos que não acreditava que superaria e você superou.

2º Refletir se a traição foi pontual ou se seu companheiro(a) age desta maneira repetidamente.

3º Pensar se o relacionamento afetivo estava em crise. Se faltava mais atenção para relação da sua parte e do companheiro(a).

4º Buscar ajuda psicológica para lidar com esta dor, estes pensamentos e imagens repetitivos em sua mente. A ajuda psicológica pode ser Terapia de Casal ou Individual.

O Tratamento fundamentado na Terapia Cognitiva-Comportamental num enfoque Humanista possibilitará uma nova perspectiva de vida. Vamos começar a transformação!

 

Ligue: 2274-8217 ou 2915-0287 ou WhatsApp 11 97687 1990

Agende sua 1ªConsulta Gratuita de Psicologia

 

LEIA: TRAUMA DA TRAIÇÃO

 

O Trauma da Traição impacta a estabilidade emocional e física da pessoa. Aquela pessoa que se comprometeu a ser fiel traiu sua confiança. É devastador ver acontecer isso no seu casamento. A sua autoestima está abalada. Produz ansiedade, medo, aflição, perda de perspectiva de vida, culpa, raiva, pesadelos, insônia, alterações físicas (tensão muscular, tremor, boca seca, respiração curta, sufocação, choro, tontura...), doenças psicossomáticas (colite, gastrite, alteração imunológica, problemas de pele...). A dor da Traição leva tempo para haver recuperação, parecem "ondas", ora fica intensa ora parece diminuir esta dor psicológica. As lembranças recorrentes, a imaginação da situação de traição pode ficar obsessiva (perguntas, detalhes tornam-se um labirinto), fantasias de agressão e autoagressão. Em alguns casos tentativas de suicídio, abandono de tarefas, perda de motivação e energia. Estes sintomas podem ser mais ou menos agravados em função de predisposições a transtornos pré-existentes (depressão, pânico, personalidade...). A Terapia (Psicólogo) e Medicação (Médico) são recursos fundamentais para a sua recuperação. Nestes quarenta anos de atendimento psicológico observo este trauma como uma dor intensa e que requer atendimento personalizado e cuidados fundamentais.

Psicólogo Alexandre Rivero

 

LEIA: SUPERANDO A TRAIÇÃO

O parceiro que se envolveu na infidelidade deve estar disposto a tranquilizar o parceiro:

1º Demonstrar Empatia (compreender, colocar-se no lugar do outro).

2º Ter paciência com os altos e baixos do parceiro, este período pode ser demorado. 

3º Parceiro que sofreu a infidelidade no início monitora  o parceiro, assim busca saber detalhes sobre as suas atividades, ligações por telefone celular, fixo, whatsapp ou questionamentos sobre redes sociais. Importante entender que isto será por um período, você está atravessando uma emergência conjugal.

Ações aliviadoras e que conduzem a Superação:

 

1º Buscar Suporte Psicológico individual e/ou de casal.

2º Procurar Ajuda Médica quando a depressão e a ansiedade estiver acentuada.

3º Tomar consciência do significado da traição.

4º Perceber seu valor pessoal, do casamento e da família.

5º Aprender autonomia.

6º Curar-se da Onipotência de tudo controlar.

7º Entender que todos podemos enfrentar uma crise conjugal e fortalecer a si mesmo

Psicólogo Alexandre Rivero

Creia: Paciência, Gentileza e Intimidade curam nossos Traumas!!!!!

Fale com o Psicólogo Alexandre Rivero

Alexandre Rivero (CRP-06/8815) 

 

psicólogo clínico 41 anos

professor universitário 25 anos

supervisor clínico

mestrado USP

Rua Bom Pastor, 1715 - Ipiranga  São Paulo/SP  Tel: 2274-8217 

WhatsApp 11 97687 1990

 

 

- Nossos Psicólogos são Supervisionados pelo Professor e Psicólogo Alexandre Rivero

- TERAPIA ON-LINE e PRESENCIAL

  • Blogger App Icon
  • Facebook App Icon
insta.png

Copyright © 2014 Alexandre Rivero - Consultório de Psicologia Prof Alexandre Rivero