Sinais do Suicídio

1.   Sentindo-se inútil, desesperado, desamparado, inútil, ou culpado.
2.   Fadiga ou perda de interesse em atividades diárias, inclusive sexo.
3.   Álcool ou abuso de droga.
4.   Comendo de forma irregular e alterações no sono.
5.   Irritabilidade, chorando, ansiedade e ataques de pânico.
6.   Dificuldade de concentração, de lembrar-se ou tomar decisões.
7.   Pensamentos de suicídio; planeja suicidar-se ou fez tentativas.
8.   Sentimento persistente de tristeza ou vazio.
9.   Fala muito sobre suicídio.
10. Preocupação com morrer.
11. Infelicidade
12. Perda de interesse por pessoas e situações.
13. Desfazendo-se de objetos pessoais afetivos.

14. Isolamento e Depressão.

15. Sente falta de estratégias para lidar com situações de vida.

Suicídio do latim sui (próprio) e caedere (matar) é o ato intencional de matar a si mesmo. A Pessoa que tenta suicidar-se e que comete o suicídio costuma avisar, emitir sinais que deseja matar-se. Portanto a idéia de que a pessoa que deseja suicidar-se não avisa, não é verdadeira. A maioria dos suicídios ocorre como decorrência do processo de Depressão. Conforme a Organização Mundial de Saúde 3000 pessoas por dia cometem

 

Suicídio (a cada 30 segundos uma pessoa suicida-se). Acredita-se que para cada pessoa que se suicida 20 tentaram e não conseguiram. Apesar da incidência de casos de suicídio ser maior entre pessoas com mais de 60 anos, sabemos que hoje é uma das principais causas de mortalidade entre jovens e adultos na faixa etária de 15 a 34 anos.

Se você ou alguém próximo de você experimenta esses sentimentos e pensamentos, busque AJUDA PROFISSIONAL. A Psicologia desenvolveu procedimentos de intervenção em crises, que apresentam resultados positivos, com comprovação científica. A medicina avançou muito no tratamento da depressão, através de medicamentos. A associação Terapia e Medicação é o tratamento eletivo para a Depressão e os pensamentos de Suicídio.

Ligue: 2274-8217 ou 2915-0287 ou WhatsApp 11 97687 1990

Agende sua 1ªConsulta Gratuita de Psicologia

Fale com o Psicólogo Alexandre Rivero

Alexandre Rivero (CRP-06/8815) 

 

psicólogo clínico 39 anos

professor universitário 25 anos

supervisor clínico

mestrado USP